Perspectiva
Um blogue sobre fotografia, por Luís Afonso

Porto Santo: Maravilha Natural

Exposição Porto Santo: Maravilha Natural


Porto Santo: Maravilha Natural

Sala de Exposições dos Paços do Concelho
De 3 a 18 de Agosto de 2010
Porto Santo, Madeira

A luz é o coração de toda a fotografia. E a forma como ela molda o terreno é essencial para o sucesso da boa fotografia de paisagem. Tire um retrato de um mesmo lugar debaixo de diferentes condições de luz e o resultado será completamente diferente.

O conjunto de obras aqui apresentado mostram como a qualidade da luz pode transformar de forma radical o mesmo lugar numa série de respostas emocionais únicas. Esse mesmo lugar fotografado durante o nascer e o pôr-do-sol pode apresentar uma colecção de atmosferas contrastantes: frio vs quente; delicado vs ardente; sereno vs inquieto. A luz, e o período do dia em que é registada, influencia a cor da fotografia e isso, por si só, é suficiente para alterar o humor e a reacção da pessoa que contempla a imagem.

A área costeira do Porto Santo é um dos activos mais importantes da ilha e é imperativo que se proteja e preserve esta herança natural. Pode ser pequena em termos de comprimento, mas é certamente muito grande em termos de beleza.

De qualquer modo, para conseguir apresentar uma diversidade tão grande no ritmo que esta exposição apresenta, foi crucial prestar atenção à luz, à sua qualidade e à dinâmica dos próprios elementos naturais aquando do registo destas imagens. Acordar cedo para capturar a primeira luz e ficar até tarde para guardar a última réstia de luz – as horas Douradas da fotografia de paisagem – é sempre tão importante como seleccionar o melhor ângulo do melhor enquadramento de uma paisagem que está diante de nós.

Como sabiamente disse Ansel Adams, o famoso fotógrafo de paisagem Norte-Americano: “Você não tira uma fotografia, você fá-la.”

As 30 fotos presentes na exposição

Recortes de Imprensa

Deixe um comentário